top of page

As manchas na pele te incomodam? Entenda cada tipo e como tratar

“Eu acordo todo dia antes do meu marido para passar maquiagem e ele não me ver com as minhas manchas”.

Este é o tipo de relato que eu escuto frequentemente em meu consultório e me dói profundamente saber como algumas mulheres sofrem por conta de manchas na pele, principalmente no rosto.


Estudos apontam que manchas na pele remetem muito mais ao envelhecimento do que as próprias rugas e algumas manchas, se tornam tão escuras e tomam conta de toda a face a fim de mudar os traços, a feição e consequentemente o humor e autoestima desta pessoa.


Muitos são os tipos de manchas documentadas pela medicina dermatológica, mas vou descrever alguns aqui dos mais comuns, aqueles que as mulheres sentem mais urgência em remover.


Primeiramente, vou classificar as manchas de acordo com a cor que ela possuem:


  • Melânicas: Manchas pro tom do marrom e preto, possuem muito pigmento de melanina.

  • Amelânica: Manchas brancas onde não existe mais melanina.

  • Rubras: Manchas vermelhas ou roxas, onde o pigmento presente é a hemoglobina.


Mecânicas: Manchas Marrons


Dentro das Manchas Melânicas temos as mais comuns:


Melasma ou Cloasma

Fonte: andreiatorres.com
Fonte da Imagem: andreiatorres.com

Mancha adquirida, muito comum na gestação, neste caso chamada de cloasma, crônica, não existe cura. Sua causa ainda não é totalmente conhecida mas se sabe que acontece em períodos da vida onde existe alguma desregulação hormonal. Acomete tanto homens quanto mulheres, sendo nestas mais comum. É uma mancha que é estimulada com o sol, mesmo em dias nublados ou frios, e também por luzes artificiais, como de telas eletrônicas. Alterações emocionais, excesso de atrito na pele, uso de cosméticos e procedimentos agressivos, estimulam e aumentam esta mancha. É uma mancha simétrica, acomete os dois lados do rosto ou o centro, pode aparecer em colo e braços também. O tratamento com despigmentantes é a longo prazo, devendo ser realizado todos os dias, de manhã, de tarde e à noite pelo paciente e em média 2x ao mês em clínica com profissional.


Melanose Solar
Fonte da Imagem: dermacenterav.com.br

Manchas adquiridas em régios do corpo mais expostas ao sol ao longo da vida, como mãos, braços, colo, face, costas, etc. conhecida como mancha senil, nada mais é do que excesso de exposição solar. Muito fácil de remover e clarear com Luz Intensa Pulsada.

Efélides ou Sardas

Fonte da Imagem: dermacenterav.com.br

Muitas vezes é genético e ao longo da infância já começam a aparecer. O sol estimula o escurecimento e aparecimento de novas sardas. Respondem muito bem ao tratamento de Luz Intensa Pulsada.










Manchas Pós Inflamatórias

Fonte da Imagem: blog.bioage.com.br

Causada por alguma inflamação ou lesão na pele que responde produzindo melanina para se proteger e escurecendo a região. Costumam clarear com o uso de despigmentantes.











Manchas de Atrito

Fonte da Imagem: fisioderme.com.br

Causada por excesso de atrito, por exemplo, depilação a cera ou lâmina, ou estímulo na região. Muito comum em axilas, virilha, joelhos, cotovelos, pálpebras. Costumam responder bem aos peelings e ácidos.








Ocronose Exógena

Causada por uso prolongado de Hidroquinona. São manchas resistentes e que se assemelham á queimadura, de tonalidade negro-azulada fuliginosa.








Nevos (Pintas)

Fonte da Imagem: blog.kompa.com.br

Sinais de nascença, geneticamente programados.









Melanose de Becker

Fonte da Imagem: mymedfarma.com

Manchas de nascença, muito comum em homens, assimétricas, (acomete 1 lado do corpo) e costumam crescer pelos sobre elas.













Amelânicas: Manchas Brancas


Leucodermia Gutata

Fonte da Imagem: drfabioalex.com.br

Conhecidas como sardas brancas, aparecem em regiões muito expostas ao sol. O excesso de radiação solar acabam matando o melanócito, célula responsável por pigmentar a região e por isto a região perde a cor. Ainda não existe tratamento efetivo.









Leucodermia em Confete

Fonte da Imagem: piel-l.org/blog/

Aparecem por uso excessivo de hidroquinona.














Rubras: Manchas Vermelhas


Nevo Rubi

Fonte da Imagem: dermalicante.com

É um tipo de hemangioma, costumam vir com o envelhecimento em regiões pouco expostas, como costas, couro cabeludo, etc. A remoção deve ser feita com médico dermatologista.











Mancha Vinho do Porto

Fonte da Imagem: sanchezcarpinterodermatologo

Mancha de nascimento, considerada uma má formação dos vasos e capilares sanguíneos. Ela não desaparece, mas pode ser clareada com uso de Luz Intensa Pulsada.











Poiquilodermia de Civatte

Fonte da Imagem: draisabelapacheco.com.br

Envelhecimento da região do colo e laterais do pescoço por excesso de sol.














Em todos os meus anos de experiência clínica eu me deparei com todos este tipos de manchas e tive a oportunidade de tratá-las inúmeras vezes. Hoje somos referência nacional em clareamento de manchas e temos técnicas, protocolos e o conhecimento necessário para resolver ou amenizar muitos destes casos.


Procure um profissional Mais Top e pare de se esconder!


 

Natália Ribeiro

Dermato Funcional e Fisioterapeuta

Fundadora Mais Top Estética, a maior rede de autoestima das Américas.






Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page